POPULAÇÃO NÃO TOLERA AMBIENTE CAÓTICO NO CENTRO DE CEILÂNDIA

Publicada em: 24/02/2015
População não tolera ambiente caótico no centro de Ceilândia Em 11 de agosto de 2007, o GDF numa operação comandada por policiais civis e militares, funcionários do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Administração Regional de Ceilândia e da Novacap, em ordeiro processo de implantação da ordem foi realizada a operação de retirada das barracas de ambulantes do centro de Ceilândia. Naquele momento parte dos filhos de Ceilândia tiveram a oportunidade de conhecerem pela primeira vez o centro da cidade. O resultado foi o retorno do direito de ir vir de cada cidadão em trafegar nas calçadas sem a necessidade de desviar de araras de roupas, guarda sol gigante, pilhas de cd's piratas ou carrocinhas de ambulantes. O ambiente caótico que caracterizava o local - estruturas precárias de lona e madeira, barulho de ambulantes, mercadorias falsificadas e casos recorrentes de furtos e roubos deram lugar a um espaço de convivência de todos. Passados quase sete anos, alguns ambulantes ainda teimam em querer ocupar as praças do centro da cidade. A falta de uma ação energica e presença dos órgãos de fiscalização(Agefis) do Governo do Distrito Federal está permitindo silenciosamente a volta da desordem e a falta de segurança pública. Para além disso o grave problema de saúde publica que vem crescendo frente ao aumento da mendicância resultante do grande número de usuários de crack. Para Associação Comercial de Ceilândia - Acic Ceilandia os comerciantes e população em geral já não mais toleram tanta bagunça e não pactuam com qualquer intenção que trazer de volta a desordem ao centro da cidade com ocupação de pontos de ônibus e destruição de calçadas e ornamentação urbana. Comerciantes legalizados não suportam mais a concorrência desleal e a ocupação das frentes e calçadas das lojas. Fotos: Carlos R. C. Alves
<< Mais Antiga       Mais Recente >> Histórico de Noticias
TV Acic
Cursos
Filiados
Rádios Acic